Vamos começar com um conceito etimológico da palavra “líder”: 
 

Do Inglês LEADER, guia, chefe, do Inglês arcaico LAEDAN, guiar, chefiar, do Germânico LAITHJAN, chefiar, d vieram nossas palavras “liderar” e líder”. A palavra líder de origem celta, tem como significado, o que vai na frente. 

Podemos observar que em diversas culturas, o líder é quem guia, o que mostra o caminho a ser seguido, aquele que se destaca como chefe de um grupo. E na História da humanidade podemos observar essas mesmas características.
Vários fatos na história nos produzem bases para vários relatos, escolhi um em especial, a qual nasce na região da Mesopotâmia. Foi a região onde provavelmente começou a História, por volta de 4.000 a.C., era uma rica região da Ásia Menor, localizada nas planícies férteis banhadas pelos rios Tigre e Eufrates, os quais distribuem suas águas no golfo Pérsico. A Mesopotâmia corresponde em grande parte ao atual território da República do Iraque. Começara ali os vestígios da liderança, a necessidade de se viver em conjunto, em sociedade, surgiu líderes para que este projeto fosse seguido. A linha histórica da humanidade demonstra que as transformações a as evoluções acontecem desde que o homem desenvolveu os conhecimentos e habilidades necessárias para trabalhar o meio físico, simplificá-lo e transformá-lo segundo suas carências.

Tudo isto nos leva a entender que a mudança é um fenômeno que vem acompanhando o homem desde os seus primórdios. Por isso, as mudanças já não nos surpreendem, o que nos causa espanto é a velocidade e a profundidade com que elas acontecem, e em sintonia com as mudanças, está o líder capaz de se adéqua as mudanças e preparar seu grupo para um novo estágio. As pessoas que se destacam como líderes, estarão projetando sua posição para um nível mais elevado, alcançando uma nova etapa e fazia mudanças no meio em que vive, na sua cidade, país e em alguns casos até no planeta.

E como muitos se tornaram líderes? Como é possível chegar a este patamar? Será que liderança é para todos? Como é possível se destacar como líder?

Muitas perguntas vêm em nossa cabeça e que tem diversas respostas possíveis, que podem ser:

  1. O que buscou a liderança: O que se faz líder é no momento de necessidade que sabemos quem realmente é líder (Autodeterminação).
  2. O foi posto por acaso: Não havia opção, foi feito pelo fato de não haver outro melhor. (Imposição).
  3. O que nasce: O que é líder por natureza (inato).

O verdadeiro líder, não precisa de autodeterminação e nem de imposição para afirmar sua liderança. Ele nasce líder, isto é, vem da própria natureza, inerente. Não quero dizer com isso que a autodeterminação não seja boa, muito pelo contrário, deve ser vista com louvor a pessoa determinada que busca o sucesso. Digo que ainda que seja um dom inato, pode ser aprendido também.

 

The Blind Leading the Blind; Artist Pieter Bruegel the Elder; Year 1568; Type Distemper on linen canvas;  Dimensions 86 cm × 154 cm; Location Museo di Capodimonte, Naples, Italy <Mateus 15:14>

Fichamento do conceito defendido de liderança pelo livro O Monge e o executivo.

A verdadeira liderança:

“Liderança: É a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir aos objetivos identificados como sendo para o bem comum.”

“Exercer influência sobre os outros, que é a verdadeira liderança, está disponível para todos, mas requer uma enorme doação pessoal.”

Diferença entre poder e autoridade, definida por Max Weber:

“Poder: E a faculdade de forçar ou coagir alguém a fazer sua vontade, por causa de sua posição ou força, mesmo que a pessoa preferisse não o fazer.”

“Autoridade: A habilidade de levar as pessoas a fazerem de boa vontade o que você quer por causa de sua influência pessoal.”

Construindo autoridade ao investir nos relacionamentos:

“Tudo na vida gira em torno dos relacionamentos – com Deus, conosco, com os outros.”

“Os líderes verdadeiramente grandes têm essa capacidade de construir relacionamentos saudáveis.”

“O ingrediente mais importante num relacionamento bem-sucedido é a confiança.”

“(…) o poder corrói os relacionamentos.”

“(…) a chave para a liderança é executar as tarefas enquanto se constroem os relacionamentos.”

As principais qualidades de caráter de pessoas que exercem autoridade: (obs.: Essas qualidades foram feitas pela minha concepção não foi retirada do livro.)

  • Honestidade
  • Confiabilidade
  • Ser um bom exemplo
  • Cuidado
  • Compromisso
  • Ser um bom ouvinte
  • Conquistar a confiança das pessoas
  • Tratar as pessoas com respeito
  • Encorajar as pessoas
  • Ter atitude positiva e entusiástica
  • Gostar das pessoas

A importância da mudança continua:

“(…)o mundo exterior entra em nossa consciência através dos filtros de nossos paradigmas.”

“(…)é importante que desafiemos continuamente os paradigmas a respeito de nós mesmos, do mundo em torno de nós, de nossas organizações e das outras pessoas.”

“O progresso contínuo é fundamental tanto para as pessoas como para as organizações, porque nada permanece igual na vida.”

“Se uma organização não está desafiando suas crenças e velhas maneiras de fazer as coisas, a concorrência e o mundo simplesmente a ultrapassam.”

O homem sensato se adapta ao mundo; o insensato persiste em tentar adaptar o mundo a si mesmo; portanto, todo o progresso depende do homem insensato. – George Bernard Shaw

A liderança servidora:

“Um líder é alguém que identifica e satisfaz as necessidades legítimas de seus liderados e remove todas as barreiras para que possam servir ao cliente.”

Quem quiser ser líder deve ser primeiro servidor. Se você quiser

Liderar, deve servir. – JESUS CRISTO

Exemplos de líderes servidores:

Jesus Cristo; Gandhi; Martin Luther King; Madre Teresa de Calcutá.

“A liderança começa com a vontade (…) É preciso ter vontade para escolhermos amar, isto é, sentir as reais necessidades, e não os desejos, daqueles que lideramos. Para atender a essas necessidades, precisamos nos dispor a servir e até mesmo a nos sacrificar. Quando servimos e nos sacrificamos pelos outros, exercemos autoridade ou influência. E quando exercemos autoridade com as pessoas, ganhamos o direito de sermos chamados de líderes.”

As pessoas deverão acreditar no líder e confiar em suas palavras. “Se você não acredita no mensageiro, não vai acreditar na mensagem.”

Concluído quero dizer que o líder é o que consegue a participação espontânea de todos sem ditadura. É a referência que todos querem seguir. O verdadeiro líder é aquele que tem seguidores, não que ele os obrigue a segui-lo, mas porque transmite todas as qualidades citadas e verdade em tudo que faz. E quando julga, julga com justiça. Para ser um líder, é preciso que as pessoas desejem segui-lo e ninguém quer seguir aquele que não sabe para onde está indo, e nem para onde vai. Tudo que um cego espera de um guia ao caminhar com ele, é ser orientado e não o orientar.

O mais importante da vida não é a situação em que estamos, mas a direção para qual nos movemos.” – Oliver Wendell Holmes.

 Autor: Douglas Sacchetto

Atendimento Online via WhatsApp
Iniciar conversa